domingo, 18 de outubro de 2009

Semana Nacional de Ciência e Tecnologia - Brasília

video

domingo, 11 de outubro de 2009

O primeiro passo na Lua podia ter sido de uma mulher


Jerrie Cobb, candidata a astronauta: limitações incontornáveis

Reportagem da Wired mostra que várias mulheres participaram dos testes para a escolha dos astronautas que seriam os pioneiros do programa espacial americano. E mostra que elas foram tão bem quanto os homens nas provas. Em um dos casos, para testar sua capacidade de tolerar privação de sentidos, elas ficaram em um tanque escuro com água fria durante seis horas. Já John Glenn, o primeiro astronauta americano a entrar em órbita da Terra, passou por teste semelhante, mas bem menos exigente: ficou três horas num quarto apenas mal-iluminado, e ainda recebeu papel e caneta para matar o tempo.

Gente da Nasa disse que as mulheres testadas foram preteridas porque não tinham experiência em vôos militares, já que não podiam se alistar na Força Aérea. E há quem diga que, na verdade, o problema era a menstruação.
Fonte: Marcos Guterman, Seção: Estados Unidos, História 11:30:53

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Astrônomos descobrem anel gigante na órbita de Saturno


Cientistas da Nasa (Agência Espacial americana) descobriram um anel gigante em torno de Saturno, em cujo espaço caberiam 1 bilhão de planetas do tamanho da Terra.

Sua parte mais densa fica a cerca de 6 milhões de quilômetros de Saturno e se estende por outros 12 milhões de quilômetros, o que o torna o maior anel de Saturno. A altura do halo é 20 vezes maior que o diâmetro do planeta.

"Trata-se de um anel superdimensionado", definiu a astrônoma Anne Verbiscer, da Universidade da Virgínia em Charlottesville e uma das autoras de um artigo sobre a descoberta publicado na revista científica Nature.

"Se ele fosse visível a partir da Terra, veríamos o anel com a largura de duas luas cheias, com Saturno no meio", comparou a cientista.

Quase invisível

Verbiscer e seus colegas utilizaram uma câmera de infravermelho a bordo do telescópio espacial Spitzer para fazer uma "leitura" de uma parte do espaço dentro da órbita de Phoebe, uma das luas de Saturno.

Segundo a astrônoma, o anel é praticamente invisível por telescópios que utilizam luz, já que é formado por uma fina camada de gelo e por partículas de poeira bastante difusas.

"As partículas estão tão distantes umas das outras que mesmo se você ficasse em pé em cima do anel, não o veria", disse Verbiscer.

Os cientistas acreditam que a lua Phoebe é que contribuiu com o material para a formação do anel gigante, ao ser atingida por cometas.

A órbita do anel está a 27 graus de inclinação do eixo do principal e mais visível anel de Saturno.

Mistério

Os cientistas acreditam que a descoberta do anel poderá ajudar a desvendar um dos maiores mistérios da astronomia - a lua Iapetus, também de Saturno.

A lua foi descoberta pelo astrônomo Giovanni Cassini em 1671, que percebeu que ela tinha um lado claro e outro bastante escuro, como o conhecido símbolo yin-yang.

Segundo a equipe de Verbiscer, o anel gira na mesma direção de Phoebe e na direção oposta a Iapetus e às outras luas e anéis de Saturno.

Com isso, o material do anel colide constantemente com a misteriosa lua, "como uma mosca contra uma janela".
Fonte:http://www.bbc.co.uk/portuguese/ciencia/2009/10/091007_saturnoanelml.shtml

Por Wesley Machado

O Clube de Astronomia Louis Cruls em parceria com a Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima e a Secretaria Municipal de Educação, e com apoio da Space Generation Advisory Council, traz a Campos no dia 17 de novembro de 2009, o astronauta norte-americano Edwin “Buzz” Aldrin. Na oportunidade, Buzz Aldrin ministrará, às 19:30, no Teatro Trianon, a Conferência “Minha Jornada Buscando Alcançar as Estrelas- e Caminhando na Lua”, onde contará detalhes da Missão Apollo XI, que levou o homem à Lua pela primeira vez há 40 anos.
Aldrin também estará no Jardim São Benedito no dia 17 de novembro, às 16 horas, quando conversará com crianças do programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI), do Pró-Jovem e com estudantes da rede pública de ensino. Todo o evento terá entrada gratuita, mas as vagas são limitadas (se inscreve no link acima).

Biografia- Edwin Eugene Aldrin Jr. Nasceu em New Jersey no dia 20 de janeiro de 1930. Ex-coronel e piloto da Força Aérea dos Estados Unidos, foi o segundo homem a pisar na Lua, em 20 de julho de 1969, como tripulante do módulo lunar Eagle, da Missão Apolo XI, a primeira a pisar no satélite. Buzz Aldrin tem tido um contado com o público com mais intensidade do que o seu companheiro de missão Neil Armstrong, um homem extremamente reservado, que fugiu dos holofotes da fama mundial após o histórico vôo para ser professor de engenharia de seu estado natal.

Aldrin deixou a NASA após o passeio lunar, voltou à Força Aérea num cargo gerencial e passou a fazer palestras em todo o mundo promovendo a exploração espacial, sendo que nunca veio ao Brasil- esta será aprimeira vez e, justamente, em Campos. Extrovertido, bem humorado, culto, dublou a si próprio em séries de televisão americana como Os Simpsons. Presbiteriano fervoroso, interpretou um reverendo num filme para a televisão inglesa sobre a Apolo XI. Presbítero da igreja Webster Presbyterian Chuch, do Texas, causou polêmica com a NASA ao comungar na Lua.

Semana Mundial do Espaço- Nesta terça-feira (06), a Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima, em parceria com o Clube de Astronomia Louis Cruls e a Secretaria Municipal de Educação integrou-se às comemorações da ‘Semana Mundial do Espaço’ (4 a 10 de outubro) com um planetário inflável no ISEPAM, atendendo convite daquele educandário. Na oportunidade, os alunos e professores participaram, durante todo o dia, de palestras sobre a importância da conquista do espaço para toda a humanidade, principalmente no avanço tecnológico proporcionado pela “corrida espacial”.

As comemorações da ‘Semana Mundial do Espaço’, estabelecida pela ONU em 1999, começaram no dia 04, domingo, em diversos países. O dia 04 marca o começo da conquista do espaço com o lançamento da Sputinik, em 1957. Este ano, o tema escolhido foi ‘Espaço para a Educação’ e, juntamente com a Semana Mundial do Espaço, comemora-se o Ano Internacional da Astronomia, também estabelecido pela ONU para lembrar os 400 anos das observações feitas por luneta pelo astrônomo Galileu Galilei.

Dada a importância desses eventos em todo o mundo, mas principalmente nos EUA, o presidente Barack Obama vai abrir a Casa Branca para, junto com estudantes do ensino médio, comemorar o evento nesta quarta-feira, dia 07, quando colocará à disposição dos alunos mais de 20 telescópios para observação dos fenômenos celestes. O mundo inteiro comemora, ainda, os 40 anos da conquista da lua, quando a Missão Apollo XI fincou a bandeira americana no solo lunar. Michael Collins, Neil Armstrong e Edwin Aldrin foram os astronautas que ficaram na história pelo feito. Mas pisaram o solo lunar apenas o Armstrong e, 18 minutos depois, o Aldrin. Até hoje, apenas 12 astronautas pisaram na lua.
Fonte: Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima